Formatos de trabalhos acadêmicos: 12 dicas

Formato de Trabalhos Acadêmicos: 12 dicas

Os formatos de trabalhos acadêmicos servem como guia para que os estudantes consigam escrever com propriedade e qualidade. Ficou curioso para saber como melhorar essa estrutura?

É importante saber que as universidades mantém um padrão interno para que os trabalhos de diferentes institutos tenham configurações similares. Então, as diretrizes da sua universidade precisam ser consultadas.

Tendo isso em mente, vem comigo conhecer 12 dicas sobre formatos de trabalhos acadêmicos.

Formatos de trabalhos acadêmico: existe uma estrutura padrão?

Sim, existe uma estrutura que vai ajudar a montar seu trabalho acadêmico, as principais partes são:

  • Capa.
  • Sumário.
  • Resumo.
  • Introdução.
  • Desenvolvimento.
  • Conclusões
  • Referências.

Ainda assim, há outras seções que precisam estar contidas no seu trabalho, para saber mais sobre elas, consulte o nosso artigo sobre estrutura de trabalhos acadêmicos.

12 Dicas para formatos de trabalhos acadêmico

Que tal descobrir como dar um plus em seus formatos de trabalhos acadêmicos e se destacar na universidade? Vamos ver quais são as 12 dicas?

1.  Não crie seu trabalho do nada

A primeira dica para formato de trabalhos acadêmicos é que você ter um embasamento antes de iniciar a criação de seu trabalho. Não dá para simplesmente sentar em frente ao computador e começar a escrever.

Antes de tudo, vá a biblioteca, use artigos de revistas acadêmicas, frequente palestras, ou seja, informe-se!

2.  Fique atento às fontes

Em relação ao tipo de fonte a ser utilizada, vale lembrar que normalmente se usa Times New Roman ou Arial. Não use outras fontes mais elaboradas ou artísticas, isso pode invalidar seu trabalho, já que dificulta a leitura.

3.  Saiba como selecionar o espaçamento

Outro ponto interessante de comentar é o espaçamento, como sabemos, seguindo as normas:

  • Usa-se espaçamento de 1,5 no texto normal.
  • O espaçamento simples é usado no caso de citações mais longas.

Para selecionar o tipo de espaçamento, você precisa clicar no ícone da figura que está na aba “página inicial”

Basta selecionar a formatação que deseja. Lembre-se que o tipo “simples” é quando o espaçamento e de apenas 1 unidade.

4.  Sumário Automático

É normal que em muitos formatos de trabalhos acadêmicos seja solicitado a inserção de um sumário. O bom é que você pode fazer ele de maneira automática usando o Word Office.

  • Primeiramente, selecione todos os tópicos de seu trabalho e marque-os como título.
  • Em seguida, selecione a página em seu trabalho que vai receber o sumário.
  • Na aba Referências, você seleciona um dos modelos de sumário disponíveis.
  • Você sempre pode atualizar o sumário clicando no ícone com a exclamação em vermelho.

5.  Site que criar Referências

Saiba como fazer as referência de seus formatos de trabalhos acadêmicos
Saiba como fazer as referência de seus formatos de trabalhos acadêmicos

O momento de fazer as referências pode ser desafiante para muitos estudante, pois é necessário revisitar as normas da ABNT e organizar tudo de forma consistente e coerente.

Por sorte, existem alguns sites que são responsáveis por criar referências de maneira automática. Você só precisa conferir se elas estão nos formatos de trabalhos acadêmicos padrão. Vamos conhecer alguns deles?

6.  Pesquise diferentes fontes

Para que seu texto não seja engessado e enviesado, aposte em trazer autores de diferentes vertentes e contrapor as ideias deles em si. Você também pode fazer uma “linha do tempo” epistemológica e mostrar o que foi evoluindo dentro da área analisada.

Para isso, você pode usar o Google Acadêmico que é um portal responsável por indexar trabalhos de diferentes esferas acadêmicas.

7.  Separes citações durante a leitura

Uma dica de formato de trabalhos acadêmicos que eu uso muito é a de separar citações enquanto estou lendo determinado autor. Isso porque já aconteceu de eu estar escrevendo, me lembrar da citação, mas não saber ao certo onde encontrá-la no texto.

Para evitar isso, tudo que vejo que pode ser relevante, marco com marca-texto, colo post-it e copio os trechos que acho relevante.

8.  Escreva desde o início

Uma coisa que sempre falo aqui no blog, é que você pode começar a escrever no momento que tiver insights. Isso não significa que você vai escrever o texto com desleixo, mas que vai ter uma porção de ideias reunidas que podem facilitar a continuidade de seu trabalho escrito.

Por isso, faça anotações e resumos ao consultar a bibliografia e até mesmo durante sua análise de algum material.

9.  Peça ajuda para monitores

Deixe que os monitores te ajudem nos formatos de trabalhos acadêmicos
Deixe que os monitores te ajudem nos formatos de trabalhos acadêmicos

Normalmente, quando a disciplina tem maior grau de dificuldade, como Cálculo 1 e 2, Sintaxe e Anatomia, a faculdade seleciona alguns alunos para dar monitoria. Os monitores são alunos que já passaram pela matéria e foram aprovados com notas altas.

Então, a responsabilidade deles é facilitar o aprendizado dos alunos da turma atual que não conseguem entender o conteúdo, por isso, eles podem te ajudar com o formato de trabalhos acadêmicos. A melhor forma de saber se há um monitor é perguntando na secretaria do seu curso.

Além disso, caso não haja, e o seja o início do semestre, a turma pode se mobilizar e requerer um monitor junto ao professor e à coordenação.

10. Só imprima de um lado das folhas

Quando se trata da impressão de trabalhos acadêmicos, o formato padrão é que se imprima apenas no anverso da folha. Essa diretriz diz respeito até ao margeamento das normas da ABNT que deixam o espaço de 3 cm à esquerda para receber espirais de encadernação. Na dúvida, pergunte ao seu professor ou orientador.

11. Evite erros ortográficos

Igualmente, os erros ortográficos são visto com maus olhos pelos professores das disciplinas, isso porque passamos pelo menos 10 anos no ensino básico aprendendo sobre a escrita, assim, espera-se que dominemos ela ao ser aprovado no vestibular.

Para evitar esses tipos de erros, use o revisor do Word, ele faz uma varredura em seu artigo e aponta o que não está certo. Os erros ortográficos são sublinhados de vermelho, enquanto os verdes são erros de regência e concordância.

Basta clicar no
ícone Ortografia e Gramática

Lembrando que o Word é um programa, e por isso, não domina toda a norma da língua portuguesa escrita. Dessa forma, sempre veja se a solicitação de mudança é coerente e leia outras fontes, como o nosso artigo sobre erros comuns no português.

12. Pague um profissional para revisar

Por último, a leitura de seu texto por parte de um terceiro é sempre importante. A dica, então, é contratar um profissional da área de letras. Isso porque ele será o mais competente para avaliar seu texto, sugerir correções e ver até se está fazendo sentido.

Você deve fazer isso, principalmente, se estiver escrevendo trabalhos para colar grau, como Monografia, Dissertação e Tese. Anotado? Nada de passar vergonha na banca.

Acho que agora você vai se sair bem melhor nos formatos de trabalhos acadêmicos, você não acha? Comente o que achou do post.

Compartilhar em mídias Sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo