Conteúdos

Você já está acostumado com a estrutura de um trabalho acadêmico? É normal que alguns universitários, principalmente os calouros não esteja tão familiarizado. Mas de antemão, já falo que ela é bem diferente do que vemos no ensino médio.

Seja na faculdade presencial ou à distância, em algum momento será solicitado que você realize pesquisa e entregue resultados ao professore. Pode ser uma atividade prática ou teórica.

O importante é entender que há uma linha de raciocínio a ser seguida para que seu trabalho seja compreendido com facilidade. Isso colabora evita retrabalhos e dá um UP na nota final.

Então, preparado para entender de uma vez por todas como funciona a estrutura dos trabalhos acadêmicos?

Como começar a fazer um trabalho acadêmico?

Antes de mais nada, é importante que você saiba qual o modelo adotado pela sua universidade. As dicas que vou dar aqui são comuns a quase todas, mas pode ser que seu professor faça solicitações diferentes.

Além disso, saber como é a estrutura de um trabalho acadêmico diminui o estresse ao realizar a atividade. Isso porque se tem uma visão geral do que deve ser feito. Assim, os primeiros passos serão mais tranquilos de serem dados.

Eu mesmo gosto sempre de fazer um Brainstorm (chuva de ideias) antes de começar a pesquisar e escrever e pensar como posso adequar todos os insights à estrutura do texto.

Gêneros de trabalho acadêmico e suas variações

estrutura de um trabalho acadêmico
Os Gêneros textuais definem a estrutura de um trabalho acadêmico

Outra coisa importante de se ter em mente, é que há diversos tipos de trabalhos acadêmicos. Vamos conhecer alguns?

Tendo em vista o grande número de trabalhos acadêmicos, o foco aqui será nos dois últimos gêneros, que são nos quais surgem as principais dúvidas.

Elementos do trabalho acadêmico

Os elementos de um trabalho acadêmicos são organizados de maneira a entregar toda informação com a maior clareza possível. Por isso, jamais ignore e faça uma estrutura “de qualquer jeito”.

Para te ajudar vou dar algumas dicas práticas de como ir melhorando tanto seu texto, como a forma como ele é disposto. Assim sendo, os principais elementos de um trabalho acadêmico são:

estrutura de um trabalho acadêmico
estrutura de um trabalho acadêmico: entenda de uma vez por todas
Fonte: Faccar
  1. Capa.
  2. Folha de Rosto.
  3. Dedicatória (opcional), Agradecimento (opcional) e Epígrafe (opcional).
  4. Listas e Sumário (depende do trabalho)
  5. Resumo (depende do trabalho)
  6. Abstract (a depender do trabalho)
  7. Introdução
  8. Revisão de Literatura
  9. Metodologia
  10. Desenvolvimento
  11. Considerações Finais
  12. Referências
  13. Anexos

Fique tranquilo que vou falar sobre cada um deles na sequência. Mas antes de continuar a leitura, aproveita e compartilha esse artigo com seus amigos da faculdade para eles entenderem como é a estrutura de um trabalho acadêmico.

Lembrando que segundo a ABNT há uma separação de elementos pré-textuais (da capa ao abstract), textuais (da introdução Às considerações finais) e pós-textuais (de referências a diante).

1.  Capa

O primeiro elemento é a capa, ele é a porta de entrada para seu trabalho. Na escola a gente costuma fazer desenhos, colocar glitter e deixar a primeira folha bem artística.

Entretanto, na faculdade a formalidade é a regra, por isso não abuse das fontes no seu trabalho. As principais opções é a “Arial” e “Times New Roman”.

Neste item, você vai colocar o nome da universidade no topo da página, o indicado é que esteja escrito em caixa alta (letra maiúscula) Dê alguns espaços e coloque o seu nome completo.

Depois disso, com cerca de 8 espaço (tecla Enter) você pode escrever o título do trabalho. Ele é centralizado e vai em negrito, mas só até os dois pontos, caso haja subtítulo.

Pulando mais cerca de 16 espaços, você pode coloca o nome da cidade e o respectivo ano.

2.  Folha de Rosto

Neste momento, o mais importante é a identificação das principais informações. Por isso, precisa ter:

3.  Dedicatória, Agradecimentos e Epígrafe

Estas três seções são colocadas em sequência, sendo que são todas opcionais. Na primeira, você pode aponta amigos, famílias ou outras pessoas que deseja dedicar o trabalho.

Na segunda, o agradecimento pode ser feito a uma instituição de financiamento, a uma pessoa, à equipe. E o terceiro pode trazer um trecho relevante de uma obra. Lembrando que esses três itens aparecem apenas em Monografia e TCC, não em artigos científicos ou nos outros tipos de trabalhos citados.

4.  Listas e Sumário

Na sequência, você pode inserir estes dois itens, que também só aparecem em dissertações, monografias e teses. As listas citam as imagens, figuras, siglas e outros elementos recorrentes.

Ao citá-los coloque em sequência e numere, como por exemplo “figura-1, figura-2”. Já o sumário, vai ordenar todos as seções que fazem parte da parte textual e pós-textual do texto, ou seja, os títulos que vem depois da introdução.

O seu sumário deve conter os títulos em letra normal, o ideal é que títulos sejam negritados e intertítulos sem negrito. Depois de uma breve linha pontilhada coloque o número correspondente a cada página.

5.  Resumo

O resumo é uma das partes mais importantes de qualquer trabalho acadêmico. Ele “instiga” o leitor a querer avançar no seu texto, seja pela relevância da pesquisa, seja pelo modo como as informações são apresentadas.

Assim, na hora de inserir seu resumo, não inicie um novo parágrafo. Esse item é apresentado num único bloco e com alinhamento à esquerda ou justificado. Ele precisa responder às seguintes perguntas:

Depois disso, no fim de seu trabalho você precisa elencar as palavras-chave. Elas servem para demonstrar as principais temáticas abordadas por você e ajuda outras pessoas a encontrar seu trabalho aso ele seja publicado.

6.  Abstract

Igualmente, é possível que seja solicitado um abstract para seu trabalho. Neste tópico você mantém a mesma estrutura do resumo, a única diferença é que ele estará em língua estrangeira.

Vale lembrar que a maioria das pessoas usam o inglês como segunda língua em seus trabalhos. Por isso, quando foi produzir dê preferência a ela, e contrate um bom tradutor para realizar a tradução.

7.  Introdução

A introdução é outro ponto chave de um trabalho acadêmico, ela deve apresentar a proposta de seu trabalho de maneira concisa e atrativa. O melhor modo de estrutura-la e saindo do geral para o específico.

Assim, comece explicando termos abrangentes que são de suma importância para seu trabalho e termine recortando seu objeto de estudo.

Este pode ser um bom momento para introduzir seus objetivos, a justificativa do projeto, hipóteses, questionamentos iniciais e motivações.

Uma dica de ouro é sempre deixar resumo e introdução para ser feito por últimos, já que você terá uma noção mais geral do trabalho. Embora a introdução pareça uma versão estendida do resumo, jamais copie trechos de um para o outro.

8.  Revisão de Literatura

Nenhuma ideia é criada do nada, sempre há autores que te levaram a criar uma hipótese ou que corroboraram com a sua pesquisa. A revisão de literatura é o momento de apresentar esses personagens.

A melhor dica para a construção de uma revisão de literatura é ordenar os autores de modo cronológico, de modo a expressar uma evolução científica do tema.

Além disso, aproveite para compartilhar suas percepções pessoais e criticar trechos que você acredita serem equivocados. Claro que todo apontamento feito por você precisa ser comprovado cientificamente ao longo do trabalho.

9.  Metodologia

Continuando uma boa estrutura de trabalho acadêmico, a metodologia é o momento de você explicar os mecanismos que utilizou para executar sua pesquisa. Desse modo, pode ser:

Para este tópico é extremamente necessário que seu trabalho tenha um autor que defina o tipo de método que você usou. Acho que até aqui você já deve ter percebido que na academia sempre é preciso ter o “aval” de um teórico, não é?

10.              Desenvolvimento

Na verdade, quando falo de “desenvolvimento”, estou usando um termo bastante genérico. Isso porque, na estrutura do trabalho acadêmico, esta é a parte que você expõe suas ideias, coloca argumentos, debate sobre o tema e mostra resultados.

Assim, vale lembrar que nesta parte do trabalho, você vai nomear os títulos de acordo com o que for melhor para você: “O aumento nos casos de Covid-19 e o número de fumantes”; “os relatos dos participantes”; “pontos divergentes na teoria de Jung”.

Um adendo importante é que, segundo a ABNT, todos os títulos que você colocar em seu trabalho precisa ter texto. Então, nada de criar um título abaixo do outro sem discutir nada.

Falando nisso, uma estratégia interessante, que eu uso bastante, é enumerar os capítulos de seu trabalho desde a introdução. Digo isso, porque, dessa forma, os capítulos podem vir negritados, mas os subcapítulos não precisam dessa formatação.

11.              Considerações Finais

As “Considerações Finais” é o momento de arrematar o seu trabalho, mas tenha atenção, pois ela não um elemento isolado. Assim, faça uma breve retomada do que você discutiu na introdução, passe rapidamente pelos resultados apresentados e teça comentários.

O erro que muitos cometem é acreditar que as “Considerações Finais” é o momento de salvar a humanidade, isso é besteira. Você não precisa finalizar dizendo que seu trabalho é o melhor e que é um marco histórico.

Na verdade, esse é o momento de explicar o que deu certo e o que não deu de acordo com o que você propôs. Além disso, é a oportunidade de dizer como sua pesquisa pode contribuir para estudos futuros.

12.              Referências

Antigamente, falava-se referências bibliográficas, mas como é possível usar artigos da internet e outros tipos de conteúdo, tornou-se apenas referências.

Para construir esse tópico, você precisa ter feito uma lista ou salvado todos os textos que usou para criar seu trabalho acadêmico. Dessa forma, você vai organizá-lo por ordem alfabética.

Acesse este site aqui para fazer suas referências de maneira automática, é bem intuitivo.

13.              Anexos

Por último, falamos dos anexos, que também é um item facultativo. Essa parte reúne a transcrição na íntegra das entrevistas e outros materiais relevantes para a criação de seu trabalho.

Se se tratar de Monografias, Dissertações e Teses é provável que haja mais elementos na estrutura de seus trabalhos acadêmicos, como apêndices.

Formatação do Texto

Depois desse verdadeiro tour pela estrutura de um trabalho acadêmico, é interessante pontuar a formatação padrão da ABNT para texto corrido:

Agora você já tem bastante conhecimento sobre a estrutura de um trabalho acadêmico. Então, já sabe né? Compartilha com colegas de turma para todos tirarem boas notas no semestre.

Compartilhar em mídias Sociais

Rolar para o topo